Coleta de lixo é alterada em Socorro

Ação faz parte administrativa para conter despesas e cortes em horas extras entre os servidores municipais

Otávio de Assis
Imprensa/Prefeitura

 A população socorrense precisa ser informada sobre a nova programação na Coleta de Lixo realizada na cidade, uma vez que na reestruturação para a contenção de despesas do Executivo, as eventuais horas extras estão sendo cortadas, além do que a Prefeitura Municipal da Estância de Socorro, está atendendo o que determina o Decreto nº 3512/2015, que dispõe sobre a proibição da realização de horas extras e horas de crédito pelos servidores públicos municipais.

Assim é que o recolhimento do material reciclável, ocorrerá de segunda a sexta-feira à partir das 7 horas, dentro da escala já existente, nas localidades abrangentes do município. Aos sábados não haverá coleta seletiva. O lixo domiciliar segue, de acordo com a escala, no entanto, aos sábados não haverá coleta, apenas na área central, mas à partir das 18 horas. No domingo não! Quanto aos feriados, não haverá coleta reciclável e nem domiciliar.

É importante ressaltar que os munícipes das residências e os comerciantes da área central, precisam ficar atentos a escala e as eventuais mudanças e colaborar dispondo seus lixos nos dias e horários agendados. “Nunca antes, nem depois”, pede Benedito Ap. de Godoi, Chefe da Limpeza e Conservação.

Por outro lado, vale ressaltar que a Lei Municipal de nº 2808/98, dispõe sobre a proibição de condutas e atividades prejudiciais à saúde pública e ao Meio Ambiente, seguido ao Código de Posturas,  com teor relacionado em vários de seus itens de proibições. A íntegra dessa lei e código de posturas, pode ser consultada no site da Prefeitura (www.socorro.sp.gov.br).

A determinada lei ampara ações do Executivo através de seus setores competentes, a  executar notificações e multas, à aqueles que não observarem a determinação do contexto, e por consequência não obedecerem ao que é solicitado.

“A isso, pelo bem e ordem natural das coisas do município, notificações e multas à partir de agora, poderão ser intensificadas”, explica Andressa Bonfá, Diretora do Departamento de Meio Ambiente, que mais uma vez solicita a colaboração de todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *