Feira Orgânica de Socorro. O início foi bom!

Otávio de Assis
Imprensa/Prefeitura

No sábado (02) de maio aconteceu o “pontapé” inicial da Feira Orgânica de Socorro. Funcionando das 7:00 às 12:00 a feira reuniu os primeiros produtores de orgânicos que se interessaram em participar do projeto, mas segundo Paulo Lorensini, diretor do Departamento Municipal Rural, outros virão na medida em que o evento venha a crescer, fato que com certeza deverá ocorrer bem proximamente, à partir de sua primeira edição que alcançou absoluto sucesso comercializando 100% dos produtos colocados a venda.

A feira realizada no Galpão (antigo almoxarifado da Prefeitura), Espaço do Produtor Rural reuniu mais de 400 pessoas desde o seu início até o encerramento reunindo munícipes e turistas interessados em conhecer o que é produzido no município no setor orgânico. O evento foi prestigiado pelo Prefeito André Bozola, o Promotor Elias Francisco Barakat Chaib, a Vereadora Maria Bernadete Morais Rodrigues de Paula, o Fiscal Federal/Agro Ecologia do Ministério da Agricultura do Estado de São Paulo, Marcelo Laurino.

Com a iniciativa, agora Socorro segue realizando duas feiras, a primeira tradicional aos domingos, próximo ao Shimoda, comercializando produtos da cidade a preços bastante acessíveis e sempre “bem fresquinhos” e a orgânica, como opção para as pessoas que preferem alimentos sem o uso de agrotóxicos, aos sábados. Opções para os gostos diferenciados.

Para que a população possa entender melhor é importante que se diga que os alimentos orgânicos são aqueles que utilizam, em todos seus processos de produção, técnicas que respeitam o meio ambiente e visam a qualidade do alimento. Assim, não são usados agrotóxicos nem qualquer tipo de produto que possa vir a causar algum dano a saúde dos consumidores. Na agricultura, por exemplo, utiliza-se apenas sistemas naturais para combater pragas e fertilizar o solo.

As opções apresentadas aos socorrenses e turistas com relação às duas feiras, fica a critério de cada um na escolha de sua preferência alimentar. A feira dos domingos com produtos convencionais e mais baratos, e a feira orgânica com produtos mais caros, porque são produzidos em menor escala, com maior custo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *