Ferramenta monitora abastecimento e preço dos alimentos no Estado de SP

Portal Abastecimento Seguro permite que consumidores relatem problemas e denunciem falta de itens em estabelecimentos.

Já estão no ar as novas funcionalidades do portal Abastecimento Seguro (www.abastecimentoseguro.sp.gov.br) lançado na semana passada com informações sobre a produção, distribuição e comercialização de alimentos em São Paulo. O canal, que também tem informações sobre as estradas, serviços e campanhas de doação para os caminhoneiros, agora terá funções também para os consumidores. Lá eles conseguirão relatar problemas gerais das estradas, dos estabelecimentos de serviços e ainda denunciar a falta de itens em estabelecimentos essenciais vinculados à alimentação, bem como, informar preços abusivos praticados pelo comercio.

“A tecnologia será essencial para monitorarmos como está a chegada de suprimentos para os 645 municípios do nosso Estado. Desta forma poderemos agir de maneira mais assertiva para que tudo funcione da melhor maneira durante a pandemia do novo coronavírus”, afirma o secretário de Agricultura e Abastecimento Gustavo Junqueira.

O sistema é vinculado com a Polícia Militar, sendo possível informar risco e perigos que o consumidor e os transportadores estejam sentindo, garantindo a segurança de todos.

O site funciona como um grande mapa com marcadores que informarão a localização exata e a situação dos postos de abastecimento e dos locais de distribuição de kits para os caminhoneiros. Com a ajuda do portal, os motoristas podem saber, por exemplo, se o estabelecimento está aberto, fechado ou com atividade restrita. O mapa informará também, em tempo real, os locais onde têm restrição de circulação dos veículos ou bloqueios municipais.

Na plataforma, também será possível encontrar os espaços de descanso, locais para tomar banho, enfim, tudo que eles precisam para trabalhar com segurança.

O Governo do Estado já havia lançado o Canal de Denúncias voltado aos caminhoneiros, que funciona pelo 0800 055 5510 ou e-mail – abastecimentoseguro@sp.gov.br, 24 horas. Por esses canais, a categoria pode avisar sobre o fechamento de serviços essenciais e bloqueios em rodovias, por exemplo.

Essas medidas fazem parte de um conjunto de ações criadas pela Força Tarefa do Estado formada pelas Secretarias de Logística e Transportes, Agricultura e Abastecimento, Governo, Segurança Pública, Transportes Metropolitanos, Desenvolvimento Econômico, além de órgãos como a DERSA, Artesp, DER, Invest SP e Polícia Militar.

(Fonte: Portal do Governo de SP)

 

 

Compartilhe: