Mesmo não havendo casos suspeitos no município, Prefeitura de Socorro orienta sobre cuidados com o Coronavírus

Em dezembro de 2019, foi reportado ao escritório da Organização Mundial da Saúde (OMS) a ocorrência de humanos infectados com o novo coronavírus (nCOV), alertando serviços de saúde para quadros com sintomas respiratórios e histórico de viagens para áreas de transmissão no mês de janeiro. A Secretaria de Saúde informa que não há casos suspeitos no município, mas diante da comoção causada pelos diagnósticos de coronavírus em diversos países, presta orientações à população para prevenção de qualquer doença viral, a exemplo do próprio coronavírus e da Influenza A.

Os serviços de saúde consideram suspeita a pessoa com sintomas respiratórios – tosse, coriza, dificuldade para respirar, febre – que 14 dias antes do início dos sintomas tenha viajado para área com transmissão do coronavírus ou tenha tido contato próximo com caso confirmado em laboratório.

Nesta quarta-feira (26) o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso de coronavírus no Brasil, identificado na cidade de São Paulo: um homem de 61 anos com histórico de viagem para a Itália deu entrada no Hospital Israelita Albert Einstein na terça-feira (25).

De acordo com o boletim do Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo desta quarta-feira (26), no Estado de São Paulo há este caso confirmado e 11 suspeitos, 28 descartados e 55 excluídos.

Conforme o Ministério da Saúde, os países em alerta para o novo coronavírus são: Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã, Camboja e China.

A Secretaria de Saúde de Socorro informa que não há casos de coronavírus no município, havendo suspeitos de infecção os casos devem ser notificados, pelos profissionais de saúde responsáveis pelo atendimento, deve-se levar em consideração outras possibilidades de diagnóstico, como Influenza, e o adequado tratamento.

De acordo com o Ministério da Saúde, há cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus, como:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Ficar em casa quando estiver doente;
– Cobrir boca e nariz, ao tossir ou espirrar, com um lenço de papel e jogá-lo no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência;
– Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção);

Mais informações sobre o coronavírus no site do Centro de Vigilância Epidemiológica – CVE ou no site do Ministério da Saúde.

(Fonte: Comunicação/Prefeitura de Socorro)

Compartilhe: