Oportunidades na relação entre Estado, Cidadão e internet

Por Helnes Resquioto:

Cada vez mais as redes sociais fazem parte do cotidiano das pessoas e uma pergunta oportuna é se a administração pública, de modo geral, está aproveitando as possibilidades disponíveis para interação com o cidadão a partir da integração de seus serviços com a internet.

Sabemos que na evolução a administração pública no Brasil, a burocracia, instituída, primeiro, como forma de controle, tornou-se, muitas vezes, entraves para a modernização. Contudo, como bem explicitou a Constituição de 1988 e diversas leis posteriores, o exercício da transparência pressupõe a participação da população, visando a efetividade da nossa democracia.

Neste sentido, é necessário que as administrações iniciem processos de modernização que propiciem novas experiências e as redes sociais estão cheio de oportunidades. O detalhe maior neste âmbito, é que não basta interação se o órgão público não tiver capacidade de dar respostas rápidas e eficientes, podendo se tornar refém de estratégias antigas da publicidade, com pouca eficiência.

Estar presente na internet e consequentemente nas redes sociais, exige modernização com ferramentas de gestão que aperfeiçoem o planejamento das ações e garantam o sucesso dos serviços prestados à população. Isso será um importante ponto de partida para se criar uma estrutura adequada de relacionamento entre Estado e Cidadão.

Helnes Resquioto é advogado e contabilista – Pós-graduando em Direito Público. Foi vereador de Lindoia (2006-2008 e 2009-2012) e atualmente é Assessor Jurídico de Gabinete da Prefeitura de Socorro (SP). Quinzenalmente apresenta pontos de vista a respeito do cotidiano, da administração pública e da política no jornal Tribuna das Águas e neste portal.

Compartilhe: