Rock Ativo reuniu 10 bandas e celebrou a amizade

O festival Rock Ativo teve mais uma edição realizada no último sábado (02), na Praça do Fórum. O evento apresentou dez bandas independentes, de diversas vertentes do rock, e atraiu um grande público.

A primeira banda a se apresentar foi a Jahsko Sound, do vocalista Lucas Piccinin, com muita brasilidade em seu som. A seguir, o Projeto Methaphora trouxe muito pop rock nacional e músicas autorais ao palco do Rock Ativo.

A noite começou a cair e a terceira banda, que foi batizada provisoriamente no festival de Bucéfalos Ativos, consistiu numa jam session de blues e improvisos nas guitarras.

A quarta banda, Bliss, veio de Águas de Lindóia para apresentar seu estilo grunge, popularizado no início dos anos 90, com covers e autorais. Os músicos do TNT Red Hot Cover, também de Águas de Lindóia, reproduziram com muita energia repertório em tributo à famosa banda californiana Red Hot Chili Peppers.

Pela segunda vez em Socorro – a primeira foi na Noite Rock em 2011, a banda Anoxika, de São José dos Campos, já tem público cativo na cidade, para quem apresentou suas composições, premiadas em programas de televisão como Garagem do Faustão.

A banda Enjoy, sétima da noite, recheou seu show de sucessos do rock e participações especiais que agitaram a galera. Logo após este show, aconteceu uma apresentação surpresa da música “Amigo Irmão”, composta e cantada por Vitor Souza, do Estúdio Terceiro Andar. Recentemente, o clipe da música foi lançado pela internet, com a participação de diversas pessoas celebrando a amizade, o que se repetiu no palco.

A Rockstrada apresentou novidades em seu show e nem mesmo uma breve queda de energia impediu que ele continuasse. O público cantou acapella, junto da banda, uma das músicas apresentadas.

Com muita originalidade e musicalidade em seu show, a banda The Drunk Society foi a penúltima a ser apresentar nesta edição do festival. O encerramento ficou por conta da banda Muqueta na Oreia, de Embú das Artes, campeões do Festival Rock Socorro 2014. Com muito thrash metal e presença de palco, o Muqueta proporcionou a diversão aos headbangers presentes, ávidos pelo tradicional “bate-cabeça”.

A organização do Rock Ativo, que prezou pela diversidade das bandas e por prestigiar os artistas locais, nos mais diversos níveis de experiência, considerou o resultado um sucesso. O público respondeu à altura, chegando cedo e permanecendo até o final para prestigiar todas as bandas.

“A parceria com a Secretaria de Cultura da Prefeitura é fundamental para a realização do Rock Ativo, a qual agradecemos imensamente” – comenta a organização.

As bandas interessadas em participar das próximas edições do festival podem se inscrever gratuitamente no site www.rockativo.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *