Vale muito a pena ser professor

Próximo ao dia do professor, comemorado em 15 de outubro, Maraluci Borin fala sobre os desafios atuais da carreira docente

Dados do Portal da Transparência apontam que o Brasil gastou R$ 360 bilhões em 2014 com a Educação. Entretanto o valor está longe de ser suficiente para colocar o sistema educacional brasileiro no grupo dos melhores do mundo. No amplo contexto do debate sobre os problemas da educação, encontra-se o professor, ator fundamental para melhorar os índices e consequentemente a formação de profissionais e cidadãos. Aproveitando a passagem do dia do professor, na quinta-feira (15), conversamos com a professora Maraluci Borin Ramalho, que há 19 anos atua como docente. Ela é formada em pedagogia, com especialização em psicopedagogia institucional, e já atuou como coordenadora e diretora de escola, além de trabalhar na formação de professores como tutora na Uniararas. Atualmente leciona na Escola Municipal Profª Beatriz Domingues de Lima (Emei Central). Na entrevista, Maraluci aborda os novos desafios do professor e a importância de uma boa formação. Confira.

JS Revista: O maior problema da educação brasileira hoje é a desvalorização do professor?
Maraluci Borin: Sim! Sem dúvida um dos maiores problemas da educação brasileira hoje é a desvalorização do professor. Por maior que esteja sendo o investimento na educação, o salário dos professores ainda é baixo e também tem a questão da desqualificação profissional. Pouco se investe na capacitação e formação contínua do professor, sendo assim as consequências são professores desmotivados, impotentes, com baixa auto-estima e na grande maioria das vezes desatualizados.

Com esse cenário, faltarão professores na educação básica no futuro?
Com certeza! Os jovens ao se depararem com esta desvalorização da profissão docente não demonstram mais interesse nesta carreira. Foi-se o tempo em que as crianças sonhavam um dia em serem professores. São poucos os jovens que ingressam nesta carreira por amor a profissão. Na grande maioria das vezes o fazem por falta de opção. Este cenário é muito triste, pois a responsabilidade do professor é muito grande, não dá para ser apenas mais uma forma de se ganhar dinheiro.

Como atrair jovens universitários para a carreira docente?
Através de uma ampla valorização do profissional da educação, com melhores salários, através de uma boa formação acadêmica, mas principalmente mostrando que o professor é fundamental para a sociedade e exerce um trabalho espetacular!

Uma boa formação no período de alfabetização faz a diferença na sequência da vida escolar do aluno?
Sabemos que a educação Infantil é a base para o desenvolvimento do aluno. A partir daí ele vai passar pelo período de alfabetização, o qual dará todo suporte para sua sequência na vida escolar. Este período é um dos mais importantes para que esta sequência seja de sucesso. Então se faz necessário um profissional bem formado com um bom embasamento teórico, mas também com muita prática na alfabetização, sabendo como ela acontece e fazendo de tudo para que a mesma ocorra de forma significativa na vida da criança.

Quais são os principais desafios do professor atualmente?
Acredito que os principais desafios do professor atualmente são: fazer com que todos os alunos atinjam os objetivos esperados para sua faixa etária, pois vivemos num mundo onde há uma vasta diversidade cultural; aceitar um salário que não é o esperado, fazendo um trabalho digno e honesto, dando o melhor de si para contribuir para uma melhor educação escolar na vida dos alunos, sendo realmente profissional, não deixando de lado sua capacidade de ensinar; manter o aluno de hoje se dedicando na aula; a questão da indisciplina também é um grande desafio, pois é necessário que o professor desperte e mantenha o interesse dos alunos através de um planejamento de aula estimulante e motivadora.

Os professores formados hoje estão preparados para os novos desafios que a carreira docente exige?
Acredito que boa parte sim. A Formação de professores de modo geral vem buscando se adequar às novas exigências que o mercado de trabalho educacional propõe. A maioria das grades curriculares dos cursos superiores de formação de professores está se adequando para que o futuro professor saia mais preparado para enfrentar os desafios da carreira docente. Mas ainda há necessidade desta formação ser mais satisfatória atingindo a adequação de todos os elementos que fazem parte do cenário educacional.

Com todas as mudanças, principalmente as econômicas e tecnológicas, ocorridas nas últimas décadas, qual é o papel do professor hoje?
Ser professor hoje é viver o seu tempo com sensibilidade e consciência de que “ensinamos e educamos” para a vida! Esta frase é forte, porém representa bem o papel do professore hoje! Um professor tem sim que ensinar o básico que é ler, escrever e contar, entre tantas outras coisas, porém seu ensino deve estar voltado para o amor, deve estar carregado de sentido para que a aprendizagem ocorra de forma significativa. Além disso, o professor precisa compreender que diante do efeito acelerado da globalização e as exigências das constantes mudanças exigem que o ensino e a disseminação do conhecimento sejam mais rápidos, sendo necessário manter-se atualizado para acompanhar este processo.

Vale a pena ser professor?
Sem dúvida nenhuma, vale muito a pena ser professor. Mesmo com todas as dificuldades, é muito gratificante você saber que está plantando sementinhas que no futuro farão a diferença no mundo em que vivemos. Amo o que faço! Independente da idade em que leciono, me apaixono cada dia mais por esta profissão. Dos pequenos olhares curiosos das crianças até o brilho nos olhos dos futuros professores, ensinar e contribuir para um mundo melhor é um enorme prazer!

Como definiria sua profissão?
Ser Professor é uma dádiva Divina. É uma das mais nobres profissões que existem hoje! Não há dúvidas que a profissão por nós escolhida e para a qual nos encontramos habilitados, é a mais bela de todas, pois todos os cidadãos passam pelas mãos dos professores. O nosso trabalho vai muito além do ensinar/aprender, nós formamos cidadãos. Nós professores somos também responsáveis pela sociedade, pois participamos da formação de nossas crianças e adolescentes. Como dizia Paulo Freire, somos seres inacabados, há sempre novos erros a cometer, novas lições a aprender. Quando alguém encontra seu caminho precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decepções, as derrotas, o desânimo são ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada. Por isso Professores nós somos humanos e precisamos enfrentar os desafios com a cabeça erguida e com muito amor a nossa profissão! Nosso trabalho é com seres humanos, cada ser é único, e assim deve ser tratado. Numa palestra proferida por Rubem Alves, o mesmo disse que não lembrava muito do que os professores haviam lhe ensinado, mas jamais esqueceu de como eles haviam o tratado.

Algo mais a acrescentar?
Para concluir quero dizer que nosso grande modelo de educador é Jesus, Ele foi sem sombra de dúvida o maior educador de todos os tempos, Ele mostrou que o bom educador não é o que tem muito conhecimento, mas aquele que consegue tornar este conhecimento acessível para quem está ouvindo. Parabéns a todos os colegas de profissão! Que Deus os abençoe grandemente nesta nobre profissão que é ser Professor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *