Verão chegando e a temporada de chuvas fortes devem acompanhá-lo

Chuvas de Verão podem conter descargas elétricas, razão pela qual, os cuidados precisam ser redobrados por parte da população

Otávio de Assis
Imprensa/Prefeitura

O município de Socorro, assim como muitos outros em que o Verão está sendo anunciado cada ano como mais quente, acompanhado de chuvas tradicionais, muitas delas devastadoras, também terá que se precaver de uma série de incidentes que poderão ocorrer nesse período. Um deles é o Raio, descarga elétrica proveniente de uma nuvem de trovoada, que segundo a Defesa Civil de Socorro, pode ocorrer, sem que haja chuva, pela eletrificação causada por colisão de cristais de gelo.

A Defesa Civil de Socorro, por intermédio de seu coordenador, Lourenço do Prado,  pede a população que tenha cuidados quando estiveram fora e dentro de suas casas quando de uma ocorrência dessas, consideradas como fenômenos naturais.

É importante que todos se abriguem em lugares fechados, devem manter distâncias de objetos altos e isolados, como árvores, postes, quiosques, caixas d´agua, etc. “Se tiver dentro de veículo, nunca sair, permanecer dentro, mas não encostar nas partes metálicas” recomenda Lourenço.

Andar de bicicleta, a cavalo, de moto, na tempestade é um perigo, assim como crianças soltar pipas. Se não houver nenhum abrigo por perto, a pessoa deve ficar agachada com os pés juntos até a tempestade passar. Não deve deitar no chão.

Em casa as pessoas devem se afastar de aparelhos e objetos ligados à rede elétrica, como TVs, refrigeradores e fogões, não deve usar telefones, ou usar sem fio e celular. Devem se afastar das janelas, tomadas, torneiras, canos elétricos e não deve tomar banho.

De acordo com o professor Dr Alexandre Piantini da IEE/USP as descargas elétricas acontecem na maioria dos temporais e os raios são mais comuns no verão, mas podem ocorrer em outras estações. Os raios podem matar, diz.

A Defesa Civil de Socorro está atenta para esses eventuais dissabores, que podem ser provocados pelos fenômenos naturais ocorridos no período, e pede atenção dos munícipes para os cuidados que devam ter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *